Tipos/Estilos diferentes de mangás e Animes

Os mangás são conhecidos por conter personagens com grandes olhos e magros. Os traços desses tipos de desenhos são clássicos e quase todo mundo reconhece um mangá quando o vê. Ainda assim, poucos reconhecem os tipos diferentes de mangá que existem atualmente.

Pensando nisso, resolvemos explicar os estilos e tipos diferentes de mangá que existem nos dias de hoje. Falaremos detalhadamente sobre cada um deles, mostrando quais suas principais diferenças.

Kodomo

Os mangás do estilo kodomo são sempre destinados para o público de crianças. Ele equivale às nossas histórias infantis e histórias em quadrinhos como Turma da Mônica ou ficções como Chapéuzinho Vermelho. Nesses mangás, portanto, as histórias são direcionadas para lições de moral e diversos ensinamentos que contribuem para o desenvolvimento moral infantil. Por conseguinte, as artes desse estilo são infantis e de fácil compreensão.

Shoujo

O estilo shoujo é o contrário do estilo shounen, sobre o qual falaremos em seguida. Enquanto o estilo shounen é voltado principalmente para histórias de aventuras e comédias, o shoujo dirige-se para romances e é produzido com uma arte mais leve.

Shounen

O estilo de mangá conhecido como shounen é, talvez, o estilo mais conhecido nos dias de hoje. Os principais mangás e animes que se enquadram nessa área são: One Piece, Naturo, Death Note, Bakuman, Fullmetal Alchemist e Dragon Ball. A característica desses mangás são relacionadas à aventuras e comédias. Esses mangás são, portanto, direcionados para o público jovem.

Gegiká

Os gegikás, conhecidos principalmente por suas artes mais realistas, são voltados para o público adulto. Diferentemente dos shounens, por exemplo, e dos shoujos, o gegiká tem uma proposta diferente e, de certo modo, até mesmo contrária aos mangás. Os temas desses mangás são mais pesados, já que seu público-alvo são adultos. O principal expoente desse tipo de mangá é o Golgo 13, que conta a história de Duke Togo, um assassino de aluguel. O traço e desenho dessa categoria de mangás é mais realista.

Seinen

O seinen nasceu ao lado do gegiká. Esse estilo se resume a uma versão mais contemporânea dos gegikás. O estilo de desenho segue o realismo. Animes e mangás como Akira, Ghost in the Shell e Gantz estão dentro dessa categoria.

Josei

Os Joseis são seinens voltados para as mulheres. De modo geral, os joseis contém histórias sobre mulheres e suas vidas. Paradise Kiss, por exemplo, é um josei de sucesso. É importante notar que tanto o seinen quanto o josei são antagônicos ao shounen e shoujo, respectivamente. Desse modo, entende-se que os dois primeiros são mais realistas e apelam menos ao surreal.

Diferença entre animes, HQs e mangás

Antes de finalizarmos este artigo, gostaríamos de denotar as diferenças entre mangás, animes e HQs. Em primeiro lugar, explicitaremos as diferenças entre os mangás e as histórias em quadrinhos. Então em seguida mostraremos onde os animes entram nessa diferenciação.

Histórias em quadrinhos e mangás: quais as diferenças?

A primeira diferença é o estilo de leitura dos mangás e dos quadrinhos. Enquanto no primeiro a leitura é realizada da direita para a esquerda, a leitura do segundo é realizada da esquerda para a direita. Quando as pessoas abrem um mangá e não sabem disso, elas acabam cometendo o erro e lendo a história de trás para frente. Quem sabe até tomam um spoiler da história.

Além disso, as adaptações de mangás vão geralmente aos animes, ao passo que os quadrinhos se expandem por filmes, séries e desenhos. Os mangás também aparecem em filmes, contudo, esses não são live-action.

Os animes são, na verdade, os mangás animados. A grosso modo, os animes são muito fiéis aos mangás. Alguns animes contam até histórias fora da história principal, como Naruto com os fillers, por exemplo.

Em síntese, esses são os tipos diferentes de mangá e a diferença entre mangás, HQs e animes. Leia também os cinco mangás mais vendidos na história.

Escolas de Desenho Mangá por Região:

Instagram Twitter Facebook